Sabem,penso que todos nós,vamos aguentando (ou pelo menos quero pensar que sim)uns dias melhores outros piores, eu vou tentando, e lutando pelo meu filho,desistir nunca é uma opção, ou tento que ela não a seja. Mas por vezes as forças faltam,e chego por vezes a pensar que agir de outra forma seria melhor. E estou na espectativa apos a ultima “birra” da minha ex,e vou aguentar a pancada, por primeiro ter uma ordem do tribunal a legitimar os meus dias de visita e os meus fins de semana. Mas vou aguardar,pela oposição dela,a uma retirada desse meu privilégio da companhia do meu filho,só porque ela quer ir a um casamento.Mas como tenho essa mesma legitimidade, posso “invadir”  o mesmo dito casamento com a polícia e trazer o meu filho!Mas comeco a pensar se,eu destruir tudo,não é a melhor solução, invadir-lhe o cérebro com enorme violência e acabar com a raça dela?Mas,não seria pior que ela?E quem é que sofria?As crianças que ficavam sem mãe?E quantas,não merecem mais que ela,e nada acontece?Neste pais onde muitos passam impunes e a que a justiça,tarda ou não existe,e num pais em que o pai serve para procriar e pagar as despesas que outros fazem,e nao se pode viver a vontade com os nossos filhos e educa-los como mandam as regras.As vezes essa solução,torna-se atraente e apelativa.
Mas ai,onde ficam efectivamente as crianças,onde fica a nossa honra e dignidade?Mas que muitas vezes,mereciam isso é verdade,e quem sabe não pode mesmo acontecer?Quem sabe,quem sabe.Justiça ainda existe, ou será um momento de loucura?A ver vamos!!!

Anúncios